Filha de Persephone

Minha foto
Brasília, DF, Brazil
"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudades...sei lá de quê!" (Florbela Espanca, Carta no. 147)

Sobre ALICE RUIZ

"Que importa o sentido se tudo vibra"

ALICE RUIZ

tradutor

13 de dezembro de 2009

DEVAGAR COM A LOUÇA

Composição: Luiz Reis, Haroldo Barbosa
Devagar com a louça
Que eu conheço a moça
Vai devagar moçinha, devagar
Eu conheço a moça
Devagar com a louça
Vai devagar
Prá não errar

Devagar com a louça
Que eu conheço a moça
Vai devagar
E eu conheço a moça
Devagar com a louça.
Vai, prá não errar

Ela é mais enrolada
Do que linha em carretel
E você nessa jogada
Vira bola de papel
Dê o fora dessa louça
Peça logo o seu boné
Você vai ficar de touca
Quem avisa amigo é, pois é...

Nenhum comentário:

quem visita Persephone

______________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________

Link-me !

Link- Me

Link- Me

Persephone faz TRADUÇÕES !

Persephone faz TRADUÇÕES !
camposdejaque@gmail.com

Siga PERSEPHONE ! Follow ME !