Filha de Persephone

Minha foto
Brasília, DF, Brazil
"O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesmo compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudades...sei lá de quê!" (Florbela Espanca, Carta no. 147)

Sobre ALICE RUIZ

"Que importa o sentido se tudo vibra"

ALICE RUIZ

tradutor

20 de abril de 2010

lá no começo... "AGITO E USO" !


Ângela Rô Rô (álbum)

Seu primeiro álbum foi lançado em 1979. Trazendo sucessos como "Amor, Meu Grande Amor", "Tola Foi Você", e "Agito E Uso". O Álbum ficou marcado pelo estilo romântico, e um clima bluseiro, algo incomum na época.

Faixas

Cheirando A Amor (Ângela Rô Rô)
Gota De Sangue (Ângela Rô Rô)
Tola Foi Você (Ângela Rô Rô)
Não Há Cabeça (Ângela Rô Rô)
Amor, Meu Grande Amor (Ana Terra/Ângela Rô Rô)
Me Acalmo Danando (Ângela Rô Rô)
Agito E Uso (Ângela Rô Rô)
Mares Da Espanha (Ângela Rô Rô)
Minha Mãezinha (Ângela Rô Rô)
Balada Da Arrasada (Ângela Rô Rô)
Amim E Mais Ninguem (Sergio Bandeira/Ângela Rô Rô)
Abre O Coração (Ângela Rô Rô)


Com mais de trinta

26/09/2009 07H34 Vilmar Bittencourt em Coluna do Vilmar

Em recente entrevista à Rádio Cultura Brasil, Zélia Duncan focalizou a geração de cancionistas da qual faz parte. Duncan destacou três de seus colegas que, como ela, estrearam em discos-solos por volta ou depois dos trinta anos de idade. Para cantora e compositora, Lenine, Chico César e Zeca Baleiro chegaram ao primeiro disco convictos dos caminhos a percorrer na carreira discográfica iniciada, em termos, tardiamente. Ao ser lembrada que havia um caso parecido e que se tratava de Angela Ro Ro, Zélia comentou: “Esta estreou lindamente, que disco lindo!”. A comprovação do apreço que Zélia Duncan tem por Angela Ro Ro, álbum lançado em 1979, está no fato de ter gravado, ao vivo, junto de Simone um dos temas confessionais que RoRo lançou há 30 anos, quando ela própria estava por entrar numa nova década de sua vida: o rock “Agito e Uso”.

No álbum Angela Ro Ro, “Agito e Uso” era a primeira do lado B, face do LP dedicada às faixas mais agitadas em forma de rock, balada e blues. Com arranjos elaborados por Angela e Antônio Adolfo, o repertório do primeiro disco da cantora baseava-se nas experiências de vida da compositora que até seus 29 anos já tinha agitado e muito. Carioca de Ipanema, Ângela Maria Diniz Gonsalves estudou piano clássico até os 15 anos, encerrou a vida escolar no terceiro colegial e caiu de boca numa vida ‘on the road’ no Brasil e na Europa. Depois de passar curta temporada em fazenda comunitária na Bélgica, Angela mudou-se para Londres onde cantou e tocou em ‘pubs’ e conheceu Caetano Veloso, que enfrentava o exílio e preparava o álbum Transa. Caetano ouviu Ro Ro tocar uma gaitinha ‘blue’ numa festa e a convidou para soprá-la no dueto vocal dele com Gal Costa na faixa “Nostalgia”. Segundo Angela Ro Ro, a participação caiu do céu pois rendeu-lhe algumas semanas do aluguel e duas calças de veludo.

Do ‘Swinging London’ no começo dos anos setenta até o final daquela década, Angela Ro Ro criou fama local na Zona Sul carioca tocando seu piano, cantando suas baladas e metendo-se em confusões. Alguns dos entreveros viraram música: “Agito e Uso” foi escrita depois da compositora ter brigado com uma garota e empurrado seu carro deixando-o atravessado numa esquina da Visconde de Pirajá; “Balada da Arrasada” foi composta para uma namorada freqüentadora da Galeria Alaska, e “Mares da Espanha”, antes de ser canção dá nome a um motel.

Curtido em ‘uísque e vergonha’, o repertório do primeiro álbum de Angela Ro Ro é baseado em fatos reais, lances da vida de uma moça talentosa que metia medo em muitas gravadoras. Em 1979, incentivada pela onda de novas cantoras-autoras – na qual despontaram Marina Lima, Joana e Fátima Guedes –, a Phonogram comprou a briga e lançou por seu selo Polydor o LP Angela Ro Ro. Reeditado em CD em 2002, esse primeiro item da sua reduzida discografia traz ainda canções como “Amor, Meu Grande Amor”, “Tola Foi Você”, “A Mim e a Mais Ninguém”, “Não Há Cabeça” e “Gota de Sangue”, que encantou Maria Bethânia a ponto de a baiana gravá-la em seu LP Mel, de 1979. Para a sessão de gravação, Bethânia convidou Angela para acompanhá-la, ao piano. O duo trouxe-lhe prestígio. De acordo com Angela Ro Ro, aquela era a segunda vez que a família Veloso a salvava. Outras demonstrações de carinho e reconhecimento por parte de Caetano e Bethânia aconteceram: em 1981, Caetano Veloso escreveu “Escândalo” para Angela; em 1983, Maria Bethânia, em seu álbum Ciclo, lançou e levou ao sucesso a canção “Fogueira”, um dos clássicos daquela que já escreveu “se gosta do medo, não venha comigo / não gosto de quem nunca corre perigo”.

AGITO E USO(Angela RÔ RÔ)

Sou uma moça sem recato
Desacato a autoridade e me dou mal
Sou o que resta da cidade
Respirando liberdade por igual
Viro, reviro, quebro e tusso
Apronto até ficar bem russo
Meu medo é minha coragem
De viver além da margem e não parar
De dar bandeira a vida inteira
Segurando meu cabresto sem frear
Por dentro eu penso em quase tudo
Será que mudo ou não mudo
O mundo, bola tão pequena
Me dá pena mais um filho eu esperar
E o jeito que eu conduzo a vida
Não é tido como a forma popular
Mesmo sabendo que é abuso

quem visita Persephone

______________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________

______________________________________________________________________________________

Link-me !

Link- Me

Link- Me

Persephone faz TRADUÇÕES !

Persephone faz TRADUÇÕES !
camposdejaque@gmail.com

Siga PERSEPHONE ! Follow ME !